EUA: Dispara no vizinho após “violação telepática” da mulher

Um norte-americano de 54 anos, acusado de tentativa de homicídio e posse de arma ilegal, terá disparado um tiro no vizinho por acreditar que ele tinha “violado telepaticamente” a sua mulher.

Foi, pelo menos, essa a justificação que Michael Selleneit deu em tribunal, num depoimento no qual não se esqueceu de mencionar que o guitarrista Eddie Van Halen costuma “visitá-lo na mente”.

O crime ocorrido num quintal de Centerville, no estado do Utah, em Outubro de 2011, foi explicado pelo autor como um acto de legítima defesa, visto que o vizinho teria “violado telepaticamente” a sua mulher em várias ocasiões. E, não satisfeito com isso, fez-lhe “ameaças telepáticas”.

A advogada de defesa de Selleneit alegou que o cliente sofreu uma lesão cerebral durante a adolescência, o que contribui para que, desde o final dos anos 90, tenha alucinações recorrentes nas quais é ameaçado e a sua mulher violada.

Os médicos que examinaram o réu concluíram que ele sofre de uma doença mental que o acompanhará até ao final dos seus dias.

Por seu lado, a mulher, três anos mais velha, é acusada de ter comprado a arma e de impelir o marido a abater o vizinho, encontrando-se hospitalizada.

In:www.cmjornal.xl.pt