Gang do tabaco volta a atacar

Os vidros da porta partidos e espalhados pelo chão foram os únicos vestígios que restaram do assalto ao snack-bar Bora Bora, na madrugada de ontem. É o segundo roubo de uma máquina de tabaco em menos de uma semana, na mesma rua de Albufeira.

“Ninguém viu, mas o assalto deve ter sido concretizado entre as 06h00 e as 06h30”, revela Teresa Correia, proprietária do snack–bar, que diz “não conseguir entender porque motivo o alarme, que está ligado a uma empresa de segurança, não disparou”.

Os ladrões tinham como único objectivo o furto da máquina de tabaco. Esta fora abastecida com maços, no valor de cerca de 600 euros, ao final do dia de anteontem. Havia ainda algum dinheiro para trocos.

A GNR procedeu à recolha de impressões digitais e de outros vestígios no local. Tudo indica que o furto foi cometido pelo mesmo grupo que, na passada sexta-feira, levou a máquina de tabaco do snack-bar Boémia, que fica a cerca de uma dezena de metros do Bora Bora, na rua Dunfermline.

Nessa altura, tal como o CM noticiou, testemunhas que passaram de carro pelo local viram três homens encapuzados. Um deles estava armado com o que parecia ser uma shotgun ou caçadeira.

O gang também optou por partir o vidro da porta de entrada do estabelecimento. Depois, a máquina de tabaco foi arrastada e colocada numa carrinha branca, que estava estacionada à porta. Os ladrões levaram um minuto a concretizar o crime.

In:www.cmjornal.xl.pt

Snack-bar Bora Bora, em Albufeira