Solitário volta a atacar bancos

Está identificado. Há provas suficientes que o ligam a, pelo menos, sete assaltos a bancos em todo o Algarve, desde 2009. E até está prestes a ser chamado a julgamento. Mas, para isso a Justiça tem que o capturar o que ainda não aconteceu.

Por: Rui Pando Gomes

 

 

Anteontem, o solitário voltou a atacar, desta vez a Caixa de Crédito Agrícola de Boliqueime, em Loulé. Soma agora oito assaltos, que já terão rendido mais de 30 mil euros.

Ao que o CM apurou, o homem actua sempre de cara destapada, como um cliente normal. As vítimas só se apercebem de que é um assaltante de bancos quando ele lhes aponta a pistola e exige o dinheiro da caixa aos funcionários. E os alvos são, normalmente, dependências da Caixa de Crédito Agrícola.

A Directoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ) já o identificou e chegou mesmo a divulgar fotogramas recolhidos pelos sistemas de videovigilância das entidades bancárias assaltadas.

No dia 14 de Dezembro de 2009 fez o primeiro assalto, na Caixa de Crédito Agrícola de Santa Bárbara de Nexe, Faro. Prefere actuar à hora do almoço ou quando o banco está quase a fechar. Com boa aparência, o suspeito leva a pistola num saco e só a exibe depois de falar educadamente com o funcionário. Exige o dinheiro sem levantar a voz e foge calmamente.

Fez mais seis roubos semelhantes, em várias zonas daregião, e desapareceu. Voltou ao ataque anteontem. O CM sabe que já foram pedidos mandados de captura nacionais e europeus mas nunca foram emitidos.

In:www.cmjornal.xl.pt